Erro
  • Erro ao carregar componente: com_imageshow, 1
Onde eles estão?

LISZT BENJAMIN VIEIRA
("BRUNO", "FRED")

- LISZT BENJAMIN VIEIRA, também conhecido por "BRUNO" e "FRED", foi, sucessivamente, a partir de junho de 1968, militante das seguintes organizações comunistas: Comando de Libertação Nacional (COLINA), Vanguarda Armada Revolucionária - Palmares (VAR-P) e Vanguarda Popular Revolucionária (VPR).

- Em 30 de janeiro de 1969, conseguiu fugir de um cerco policial ao seu aparelho na Rua Timbiras, 296, São Francisco, Niterói/RJ, quando foi presa a militante Vera Wrobel ("Ana").

- Em março de 1969, por razões de segurança, a COLINA decidiu deslocá-lo para Porto Alegre, junto com o também militante Claudio Galeno de Magalhães Linhares ("Aurelio", "Lobato"). Como delegado do Rio Grande do Sul da já então formada VAR-P (fusão da COLINA com a VPR).
 
- Em setembro de 1969, participou do I Congresso da VAR-P, que ocorreu  numa casa em Teresópolis/RJ e que ficou conhecido como o "Congresso do Racha". Esta reunião provocou o aparecimento do "racha dos 7" e o ressurgimento da VPR. LISZT permaneceu na VAR-P somente por mais alguns dias e, quando escreveu o documento "Nada se nega à coluna", aderiu a um novo "racha", o "racha dos 4", e ingressou na VPR.
 
- No início de novembro de 1969, na Barra da Tijuca, participou do Congresso que reestruturou a VPR.

- Em 11 de março de 1970, em São Paulo/SP, participou ativamente do seqüestro do cônsul do Japão, Nobuo Okuchi.

- Em 21 de abril de 1970, LISZT foi preso em SP, juntamente com os militantes Ladislas Dowbor ("Abelardo", "Jamil", "Nelson") e Joaquim dos Santos ("Monteiro", "Antoninho", "Toninho", "Joca", "Martins")

- Em 15 Jun 70, foi um dos 40 militantes comunistas banidos para a Argélia, em troca da vida do embaixador da Alemanha.
 
- Regressando ao Brasil após a anistia, LISZT, formado em Direito e em Ciências Sociais, foi eleito, em 1982, deputado estadual pelo PT/RJ. Exagerando na apologia a Carlos Lamarca, o deputado LISZT, em pronunciamento na assembléia em 25 Ago 83, disse que seu ex-chefe na VPR havia sido o primeiro aluno da Escola Militar - quando, na realidade, foi um dos últimos.
 
- Durante a ECO/92, realizada no Rio de Janeiro, foi um dos coordenadores do Fórum Global.
 
- Atualmente, é professor da PUC/Rio e presidente do Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.
 
- É, também, defensor público.

O TERNUMA agradece sua visita.
Ir para o topo
Desenvolvimento, Hospedagem e Manutenção por IBS Web.'.