Erro
  • Erro ao carregar componente: com_imageshow, 1
Onde eles estão?

JOSE GENOINO GUIMARÃES NETO
("GERALDO")

- Organização Terrorista: PC do B.
 
- É formado em Filosofia e iniciou o Curso de Direito.
 
- Nasceu, em 3 de maio de 1946, na comunidade de Várzea Redonda, pertencente ao município de Quixeramobim. Passou a infância em Encantado, vilarejo de 100 habitantes. Aos 13 anos mudou-se para Senador Pompeu, cidade de 10 mil habitantes, passando a viver na casa paroquial a convite do padre local, que o apóiou nos estudos.
 
- Mudou-se para Fortaleza em 1964 e dois anos mais tarde, chega a trabalhar dois anos como operador de computador na IBM.
 
- Em 1967, aos 21 anos, ingressou na Universidade Federal do Ceará e no Partido Comunista do Brasil (PC do B). Foi líder estudantil, integrando a União Nacional dos Estudantes (UNE).

- Em 1967/68 foi Presidente do DCE/UFCE  (o Vice Pres/DCE era BERGSON GURJÃO FARIAS ("JORGE"), PC do B / ARAGUAIA).

- Em 12 Out 1968, foi preso no Congresso da UNE em Ibiúna/SP.

- Em 1969/70, foi Diretor da UNE.

- Em Jul 1970, foi para o Araguaia morar com “OSVALDÃO”e João Amazonas.

- Genoino pertencia ao Destacamento B da Guerrilha e era o Chefe do Gp Gameleira; tinha como grande companheiro ANTONIO GUILHERME RIBEIRO RIBAS ("FERREIRA", "GORDO", "JOSE FERREIRA", "ZE FERREIRA").

- Prisão:
Às cinco horas da manhã de 17 de abril de 1972, ainda no início da 1ª campanha das Forças Regulares, saiu para avisar aos componentes do Destacamento C sobre os ataques da tropa do Exército. Após muito caminhar, chegou ao seu destino às 17 horas, comprovando que os demais guerrilheiros já haviam fugido. Dormiu aquela noite sob intensa chuva.

No dia 18 de abril de 1972, quando retornava para seu destacamento, foi preso por um bando de “bate-pau” (uns 10). ("CURIÓ" declarou que Genoíno foi preso por ele, em 22 de abril de 1972). Ao ser preso, foi algemado com as mãos para frente e a mochila amarrada nas costas. Saiu correndo, tentando fugir, um tiro lhe atingiu o braço de raspão.

- Em setembro de 1972, durante a 2ª campanha, dentro de um quadro de operações psicológicas, o EB distribuiu cópias de uma carta de José Genoíno Neto (“GERALDO”) a GLENIO FERNANDES DE SÁ ("PAULO", "ALBERTO"), também guerrilheiro do Dst B/GP GAMELEIRA. Na carta, Genoíno dizia que estava sendo bem tratado e pedia para que ele se entregasse. O panfleto trazia a foto de Genoino e de DAGOBERTO ALVES DA COSTA ("GABRIEL", "MIGUEL", "ERNESTO").

- No mês de maio de 1973, o Destacamento C realizou uma ação punitiva contra a fazenda e a casa de comércio de NEMER KOURI (OU CURI) ("PAULISTA"). Este fazendeiro ajudou o Exército e também Genoino no início da luta e tinha se apossado de um burro que pertencia aos guerrilheiros. A operação foi feita à noite. Sua fazenda foi cercada. Encontravam-se lá NEMER, sua mulher e mais treze trabalhadores. NEMER foi preso. Aos 13 peões, os guerrilheiros explicaram o motivo da ação e os objetivos da luta. Nada se fez contra eles. Os guerrilheiros confiscaram 400 cruzeiros, um revólver 38, roupas, alimentos e remédios.
                                                                                                                                                                                      
- Em 1975, foi julgado e condenado a 5 (cinco) anos de prisão.

- Por divergências com o PC do B, foi para o PRC.

- Na prisão casou-se com RIOCO KAYANO, militante do PC do B/SP, que ele havia conhecido em 1969.
 
- Em abril de 1977 foi libertado e passou a lecionar história.
 
- Foi anistiado em 1979 e participou da fundação do Partido dos Trabalhadores.
 
- Elegeu-se Deputado Federal, pelo PT, por São Paulo entre 1982 e 2002.
 
- Publicou o livro "GUERRA DE GUERRILHAS NO BRASIL" ("GGB"); PAG 133: ENTREVISTA DE 1977; PAG 197: CARTA DE FEV 75.
 
- Em 2002 se candidatou para ao governo de São Paulo, mas foi derrotado. No mesmo ano foi eleito presidente nacional do PT, substituindo José Dirceu.
 
- Em julho de 2005, envolvido num grande esquema de corrupção (compra de votos de parlamentares) e empréstimos vultosos para o PT, sem conhecimento de membros da executiva do Partido, foi obrigado a renunciar ao mandato de Presidente do PT.
 
- Genoino também é irmão de José Nobre Guimarães, o deputado cearense mais votado em 2006, mas que ganhou notoriedade nacional quando um de seus assessores, José Adalberto Vieira da Silva, foi preso em 2005 ao tentar embarcar em um vôo de São Paulo para Fortaleza com 200 mil reais em uma mala e 100 mil dólares em espécie escondidos na cueca.
 
- Em 2006, depois do escândalo do mensalão, foi novamente eleito deputado federal por São Paulo.
 
- Em 2010, tentou mais uma reeleição. Não conseguiu.

- Está sob investigação do STF.

- Atualmente está cotado para ser Assessor Especial do Ministro Nelson Jobim, na Defesa.

O TERNUMA agradece sua visita.
Ir para o topo
Desenvolvimento, Hospedagem e Manutenção por IBS Web.'.