Erro
  • Erro ao carregar componente: com_imageshow, 1
Onde eles estão?

GILNEY AMORIM VIANA
("AUGUSTO")

- Nascido em 1945, em Minas Gerais, estudou Medicina em Belo Horizonte, quando foi membro do Comitê Municipal do Partido Comunista Brasileiro (PCB).

- Achando que o PCB era muito pouco para atender às suas intenções de violência, ingressou, em 1968, na Corrente Revolucionária que deu origem à Ação Libertadora Nacional (ALN). Foi, inclusive, um dos quatro redatores do documento-base da Corrente/MG, denominado "Orientação Básica para Atuação: 20 Pontos".

- Participou de diversas ações terroristas da Corrente/MG e da ALN/SP, das quais algumas são destacadas a seguir.

- Em 25 Out 68, comandou a ação de roubo de um auto Simca preto, com o qual assaltou a Drogaria São Félix, na Avenida Amazonas, em Belo Horizonte, com o roubo de Cr$ 2 mil.

- Em 01 Dez 68, às 0430h, planejou e comandou a segunda ação armada da Corrente/MG, com o violento assalto à boite "Seis às Seis", na Avenida Nossa Senhora do Carmo, em Belo Horizonte, quando foram baleados três civis.
 
Durante o assalto, o militante Nelson José de Almeida ("Beto"), que entrara na boite através da cozinha, atirou e feriu no peito o cozinheiro Antonio Joaquim de Oliveira. O freguês Wellington Gadelha Campelo foi ferido na região lombar por um tiro disparado por Gilney. "Beto", já dentro da boite, atirou pelas costas no gerente Antonio de Almeida Ribeiro, que estava na copa. Além dos ferimentos a bala, várias pessoas foram espancadas e roubadas em jóias e em dinheiro.
 
Na fuga, roubaram o carro de um notívago que estava chegando na boite. O dinheiro roubado foi entregue a José Adão Pinto ("Luiz Carlos", "Evaldo"), depositário fiel da organização, e os vários relógios roubados foram partilhados entre os militantes que não os possuíam.

- Em 17 Jan 69, Gilney furtou uma caminhonete C14-16, da firma Motorauto, em Belo Horizonte. José Alfredo ("Henrique"), quando trabalhava nessa firma, tirou cópia das chaves da caminhonete, que se encontrava em reparos na oficina e as entregou a Gilney, juntamente com as informações sobre o local de guarda do veículo.

- Em 20 Jan 69, participou da frustrada tentativa de roubo de explosivos na Pedreira Belo Horizonte, localizada no bairro São Geraldo.

- Em 31 Mar 69, planejou e roubou o automóvel usado no assalto à Caixa Econômica Federal da Avenida Alfredo Balena, 181, em Belo Horizonte.

- Foi preso em 1970, sendo liberado com a anistia, em 1979.

- Foi residir em Cuiabá/MT, onde fundou o PT, em 1980.

- Em 1994, foi o primeiro deputado federal eleito pelo PT/MT.

- Em 1996, vivia maritalmente com Iara Xavier Pereira ("Bia"), que também participou de diversas ações armadas pela ALN.

- Em 1998, foi eleito deputado estadual pelo PT/MT.

- Professor da Universidade Federal de MT, escreveu o livro "Massacre da Chácara São Bento", que trata da morte de seis militantes da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), fato ocorrido em 08 Jan 73.

- É o coordenador da ONG "Flor do Cerrado"

- No ano de 2002, participou da elaboração do programa de Governo de Lula na área de Meio Ambiente.
 
- Em outubro de 2002, não conseguiu reeleger-se deputado estadual
 
- Foi aquinhoado pela Comissão de Anistia com a reparação de R$ 432 mil.
 
- Foi Secretário de Políticas para o Desenvolvimento Sustentável do Ministério do Meio Ambiente no Governo Lula.

O TERNUMA agradece sua visita.
Ir para o topo
Desenvolvimento, Hospedagem e Manutenção por IBS Web.'.