Erro
  • Erro ao carregar componente: com_imageshow, 1
Onde eles estão?

CID QUEIROZ BENJAMIM
("VÏTOR", "BILLY", "MIRO", "LEVI")

-Em 12 Out 68, preso durante o XXXº congresso da UNE em Ibiuna/SP
 
- Em 15 Fev 69, participou do assalto ao Hospital Central da Aeronáutica.

- Em Abr 69, participou da IIIª conferência do MR-8.
 
- Em Set 69, participou do seqüestro do Embaixador dos EUA. Atribui-se a ele a idéia da ação terrorista.

- Em Dez 69, eleito para a DG/MR8; assumiu a direção do Grupo de Fogo (GF )

- Em 16 Fev 70, os órgãos de segurança estouraram um aparelho subversivo localizado na Rua Montevidéu, 391 / 201, Penha/GB. Nessa ocasião foi baleado o policial Daniel Balbino de Menezes. Conseguiram fugir: José Roberto Spiegner, Cid de Queiroz Benjamin, Vera Sílvia Araújo Magalhães, Carlos Augusto da Silva Zílio e mais um não identificado.

- Em 15 Jun 70, foi um dos 40 militantes comunistas banidos para a Argélia, em troca do Embaixador da Alemanha, seqüestrado em 11Jun 70, no RJ, pela VPR e pela ALN.

- Em Nov 72, no Chile, participou da assembléia do racha do MR/8, e não aceitou as idéias de nenhum dos grupos, desligando-se das duas facções.
 
Ao retornar, trabalhou nos mais importantes jornais do país, como O Globo e Jornal do Brasil e recebeu o Prêmio Esso de Jornalismo, com mais quatro colegas, por uma série de reportagens sobre a Guerrilha do Araguaia.
 
- Foi assessor da deputada federal Jandira Feghali (PC do B).
 
- Em 2006, concorreu ao cargo de deputado estadual pelo PSOL do Rio de Janeiro, sem conseguir se eleger.
 
- Atualmente é professor de "Realidade Sócio-Econômica e Política" nas Faculdades Integradas Helio Alonso - no Rio de Janeiro.
 
- É irmão de César Benjamin, também militante da luta armada

O TERNUMA agradece sua visita.
Ir para o topo
Desenvolvimento, Hospedagem e Manutenção por IBS Web.'.