Erro
  • Erro ao carregar componente: com_imageshow, 1

DEGRAVANDO JOÃO PEDRO "STALINDE". // Gen Bda Paulo Chagas - 07/01/2018

Caros amigos
João Pedro “Stalinde”, jurássico comunista e agitador, capo di tuti capi do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), revela, em vídeo, que, em conferência da “Frente Brasil Popular”, onde estiveram reunidos (com que dinheiro??), em São Paulo, representantes de 88 movimentos populares e de partidos políticos da base de apoio ao crime organizado, digo, ao PT, foi analisado o “golpe” que impede Fernandinho Beira-Mar, digo, Lula da Silva, de candidatar-se à Presidência da República.
Da conferência ficou decidido, entre outras coisas, que, nos dias 22, 23 e 24 de janeiro, em Porto Alegre e em Curitiba, serão organizadas grandes manifestações em frente aos órgãos da Justiça Federal para dizer ao Poder Judiciário que, para os fantoches, digo, para os integrantes do MST, eleição sem Marcola, digo, sem Lula da Silva, é fraude!
Ficou decidido também que, em 8 de março, haverá passeios turísticos para as “margaridas”, por todo o Brasil, para que elas possam depredar o patrimônio público e privado e, assim, reafirmar seu direito a manifestações sem saber para quê ou contra o quê. Os recursos para esse evento, imagino, devem estar guardados na “poupança do MST”, generosamente alimentada com dinheiro público enviado para as ONG que fazem “filantropia” nos acampamentos da guerrilha, digo, do MST.
Do final de março e até junho, serão realizados “Congressos do Povo” em TODOS os 5.570 municípios do Brasil, seguidos de outros, estaduais, nos quais serão discutidos e levantados os “principais problemas brasileiros”, “quem são os culpados” e “qual é as saídas” (sic) para eles! Aí ficam as perguntas: De onde sairão os recursos para tudo isso? Daquela “poupança solidária”? Onde será que eles estiveram nos últimos 15 anos? – Deve ter sido em Marte, porque, até na lua, já se sabe quais são os problemas, quem são os responsáveis e que a solução é manter o PCC, digo, o PT e seu aliados longe do erário e colocar o Gegê do Mangue, digo, Lula da Silva, na cadeia!
Prosseguindo nas suas revelações, nos diz “Stalinde” que ainda haverá recursos para reunir, no final de julho, 120 mil oportunista, enganadores e inocentes úteis de todo o Brasil, no Maracanã (!!!) para “discutir” um projeto para o País, isto é, um plano para que a ORCRIM reassuma a chave do cofre! A efeméride deverá ser incluída na pauta do “Fantástico”, porque será realmente fantástico e instrutivo saber como 120 mil pessoas irão “discutir” e “concluir” por “um” projeto para o Brasil! Com certeza o Chico Buarque estará presente, será o controlador dos debates e fará um mega e bem remunerado show!
Depois disso, eles abraçarão a candidatura do Isaias do Borel, digo, do Lula da Silva à Presidência da República, porque ele representa a “simbologia da classe trabalhadora” e para que, tendo sucesso na manobra, sejam revogadas todas as medidas adotadas para tirar o Brasil do caos em que, com tanto trabalho e esforço, o PT e seus comparsas conseguiram colocá-lo.
2018, segundo “Stalide” e seus acumpliciados, será, “democraticamente”, o ano da “luta de classes” e da “retomada do desenvolvimento” do Brasil (sic) em direção ao fundo do poço! Temos que estar preparados para essa luta, mesmo que em inferioridade de recursos, porque somos maioria e, democraticamente, a maioria (nós) sempre vence!
As propositadas confusões que fiz com os nomes e apelidos dos criminosos citados, todos réus condenados pela justiça brasileira em primeira e segunda instâncias e, como tal, sem condições para candidatar-se a cargo político, servem para mostrar o grau de absurdez inserido na tentativa de interferir no curso da justiça através da intimidação da maioria e dos magistrados.
Em 24 de janeiro de 2018, o julgamento e a condenação de Lula da Silva em primeira instância deverão ser confirmados e ele será, para desespero de “Stalinde” e caterva, incorporado oficialmente à relação dos impedidos!

O TERNUMA agradece sua visita.
Ir para o topo
Desenvolvimento, Hospedagem e Manutenção por IBS Web.'.